Muitas vezes para ser feliz é preciso ignorar

Muitas vezes nos sentimos ofendidos, tristes e irritados com o comportamento dos outros. Estas reações são comuns e fazem parte do comportamento normal do ser humano. O problema surge quando os sentimentos negativos surgem e acabam nos desgastando.

Aprender a ignorar uma pessoa que funciona desta maneira não é simples, mas envolve uma profunda mudança de atitude. Devemos aprender a abrir a mente e a ver as coisas sob um outro ponto de vista.Trata-se de aceitar algo sem julgamentos. Quando alguém nos irrita com suas palavras ou com seus gestos, é porque nós mesmos esperamos determinados comportamentos daquele alguém, e rejeitamos um comportamento diverso daquele que tínhamos imaginado.

Essa rejeição alimenta a frustração, o ressentimento, o ódio ou a tristeza e, ao contrário, quando se pratica a aceitação, se aceita simplesmente o que quer que tenha acontecido, sem entrar no julgamento do mérito. A distância psicológica cria uma espécie de escudo e garante que, em uma ou em outra situação, não sejamos emocionalmente prejudicados. Assim, muitas vezes para ser feliz é preciso ignorar.

 

Fonte: Psicóloga Marsha M. Linehan da Universidade de Washington (EUA). Técnica desenvolvida: “Aceitação radical “.

by Silvana Frassetto

Deixe uma resposta