Estudo mostra que dor nas costas pode ser ‘psicológico’

Estudo britânico publicado pela revista especializada The Lancet,  afirma que a dor pode estar na mente do paciente e o aconselhamento psicológico seria a chave do tratamento. A pesquisa analisou 600 pacientes. Desse total, 400 foram submetidos a seis sessões de uma espécie de terapia de grupo e os 200 restantes receberam o tratamento padrão, que incluía medicamentos. As sessões de terapia – com duração de uma hora e meia e baseadas em uma técnica conhecida como terapia cognitivo-comportamental – foram desenvolvidas para discutir questões sobre atividade física e contrapor pensamentos negativos sobre a dor nas costas e suas restrições. Além disso, os pacientes recebiam instruções sobre técnicas de relaxamento e aprendiam a lidar com o medo de se machucar.

Ao fim das seis sessões, aqueles que participaram da terapia apresentaram duas vezes mais melhoras do que aqueles que receberam o tratamento padrão. Um ano depois, eles se saíram muito melhor em um questionário desenvolvido para medir dor e incapacidade. “Tratamentos eficazes que apresentam um resultado sustentável em pacientes com dores nas costas ainda são pouco conclusivos. O que esse estudo mostra é que uma intervenção cognitiva comportamental feita sob medida é eficaz em tratar dores nas costas”, afirmou Sarah Lamb, da Universidade de Warwick, uma das responsáveis pela pesquisa. Participaram também especialistas da Universidade de Oxford.

De acordo com os estudiosos, um dos pontos positivos desse tratamento é o relativo baixo custo. Segundo eles, profissionais da área da saúde, como fisioterapeutas, psicoterapeutas e enfermeiras, podem aprender em apenas alguns dias como aplicar a terapia. A psicóloga clínica, Dra. Silvana Frassetto, ressalta que a terapia cognitivo-comportamental é largamente utilizada para tratar pessoas com fobias, ataques de pânico e estresse. De maneira geral, a prática ajuda a evitar que o paciente tenha pensamentos negativos e o auxilia a encontrar maneiras de superá-los.

 

Bilbliografia:

The Effectiveness of Cognitive Behavioural Treatment for Non-Specific Low Back Pain: A Systematic Review and Meta-Analysis

Helen Richmond,#1,* Amanda M. Hall,#1,2 Bethan Copsey,#1 Zara Hansen,1,‡ Esther Williamson,1,‡ Nicolette Hoxey-Thomas,1,‡ Zafra Cooper,3,‡ and Sarah E Lamb1,‡. Published online 2015 Aug 5.

Link: http://bit.ly/2eDrDhi

 

Fonte:

Dra. Silvana Frassetto (CRP 07/18986) – É Psicóloga Clínica com Doutorado em Bioquímica (ênfase em Neurociências) pela UFRGS. Possui especialização em Terapia Cognitivo-Comportamental e Terapia do Esquema (Modelos de Terapia Cognitiva com foco no tratamento de diversos transtornos mentais), pela Wainer Psicologia Cognitiva e Institute for Schema Therapy, em Nova Iorque. Atua como docente no Curso de Psicologia da ULBRA e Unisinos. Também é professora e supervisora clínica do Curso de Especialização em Psicoterapia Cognitivo-Comportamental do Instituto WP, da Wainer Psicologia Cognitiva e do Curso de Especialização em Neuropsicologia da PROJECTO. É professora do Curso de Especialização em Psiquiatria do Instituto Abuchaim.

 

by Silvana Frassetto